e por falar em musas, PARTE II: publicação da tese.

pessoa empenhada que sou, como prometido segue a tese a partir do elemento estudado. gretchen.

1- ó. quero te enganar não, mas aja gogó. da onde ela tirava tanta energia??? conga conga tem exatos 33 gritos, 74 gemidos e o refrão é repedido exatamente 84 vezes em 3 minutos de música. isso tudo dançando uns passos que exigiam movimentos apenas do glúteo e do braço ;

2- já seu rebolado, esquecendo um pouco a época e origem do vídeo, tímido e sem graça que só. realmente, não sei como ela ganhou a fama de musa do requebrado;

3- nota-se no vídeo de conga conga, que rita cadillac estava insatisfeitíssima com a “presença de gretchen” (parece nome de seriado dirigido por zé do caixão. outro absurdo que hoje é cult, com programa cult no canal brasil que quem assiste é cult). essa por sinal, ditando as regras naquele momento, marcava os passos da sua “elaborada” e contemporânea coreografia com pisadas fortes no palco de madeira patrocinado pela casas da banha;

4- o que era aquela montueira de lixo jogada no canto do palco???;

5- não sei se é a qualidade ou o tempo de arquivo do vídeo, mas perceberam que não há a possibilidade de visualizar um rosto se quer? será que é por conta do corte de cabelo na moda naquela época??? porque o cabelinho “murundum” e com aspecto de sujeira (repicado em cima e comprido atrás) também é proveniente dos anos 80. que não podemos esquecer que é cult;

6- quantos anos gretchen deve ter??? será que foi ela que trouxe a lambada para o brasil???;

7- não sei como gretchen não tomou um estabáco no palco do clube do bolinha? em mais uma elaboradíssima coreografia, ela só sabia jogar aquele cabelo de “ráfia embolada”, pular, e levantar aquela pernoca pro alto. e mais, nesse momento lambada ela não fez sucesso não. além de gretchen não estar com seu popozão a mostra ela nem simulou uma rebolada se quer;

8- o que era o bolinha?;

9- além do figurino, a velha calça sãntropeito, os dançarinos de gretchen foram formados na escola de dança da estiva, no cais do porto do rio. treinavam jogando saco de farinha em navio… poxa, a lambada deles se resumia em tacar as pobres “bailarinas” de um lado pra outro. no final da lambadinha, que não se compreende o que gretchen canta, as coitadas parecem saídas de uma surra de toalha;

10- após ter visto o dito vídeo, confesso que estou com uma enorme dificuldade em enquadrar as melecansas daquela época em qualquer categoria ou grupo. a única coisa que pude constatar, é que rever as ditas realmente me fez dobrar de rir e perceber o quando nos divertia com muito pouco, ou quase nada.

11- vamos rir mais um pouco:

Anúncios

Um Comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s