roberto carlos 50 anos – parte II.

não vá pensando que as imagens bizarras contidas no post abaixo são referentes a alguma homenagem pelos 50 anos do dito rei. que por sinal, já fora saturadamente comemorados… e vamos combinar, as fotos ultrapassam ou não a barreira do mau gosto?

então.

confesso que tenho uma implicância e um certo desconforto com esse movimento todo em torno de uma figura que já deu tudo que tinha que dar. sabendo é lógico, que os marqueteiros de plantão, de uns três anos pra cá, pularam na frente de roberto carlos e equipe sugerindo ao cantor uma imagem mais leve, renovada, longe das maluquices do T.O.C. (ou vocês acharam que o guarda roupa todo azul e branco tinha uma ligação religiosa??? na na ni na…), estranhas manias, e tentar a todo custo conquistar outras gerações, digo, as mais novas (skank cantando calhambeque, mulheres cantam roberto carlos, e por aí vai…).  se resolveu, ou foi alcançado o objetivo não sei. só sei que a minha pessoa continua sem ser convencida diante da medonha titularidade de rei dada não sei por quem ao cidadão famoso de cachoeira de itapemirim.

dentro de um balde onde as teorias conspiratórias dominam e afogam esse que vos escrevem, desde quando minha parca consciência política começou a criar asas em minha cabeça, quando ouço o refrão você foi o maior dos meu sonhos e coisa e tal e tal e coisa vem-me logo a lembrança da ditadura militar, rede globo, e criação de um mito para despistar o foco assassino daquela época.

é maluqice minha?

sei não.

enquanto chico buarque e cia cantavam letras cheias de nuances e pegadinhas para driblar os senhorinhos da censura, RC e sua turma cabeluda vulgarmente chamada de “jovem guarda” serviam café da manhã para seus amores e bombavam nas paradas de sucesso com outras canções não menos melosas e totalmente desfocadas da realidade da época. músicas para a pessoa amada não é feio e muito menos um mico, é bacana, relaxante e emocionante.

combinaremos ainda, que o título de majestada aliado a um contrato vitalício com a maior emissora de TV da américa do sul soa um tanto estranho. letras com batimento cardio lento enquanto os estudantes brasileiros morriam em passeatas, eram proibidos de estudar filosofia, história e sociologia, não podiam viver em grupo, por vezes eram sequestrados por uma espécie de CIA tupiniquim e sofriam todo o tipo de tortura bárbara em nome da ordem duvidosa que os ultra-conservadores militares queriam impor ao brasil. meu caro companheiro, é no mínimo objeto de uma tese que daria pano pra manga.

é sabido que hoje, todos pintam de politicamente corretos. mas é sabido também, que as organizações globo são o que são devido ao apoio irrestrito a época que alguns até hoje chamam de anos de chumbo. colocaram malu mader e cláudia abreu dançando rock, usando jeans e pulando muro em minissérie temática sobre a época, anos rebeldes. depois apoiaram uma película do bruno barreto com título-pergunta, com a engraçadinha fernanda torres pegando um voô e sendo exilada com fernando gabeira na pele de pedro cardoso nos estados unidos, o que é isso companheiro?  duas obras com sucesso de público e crítica, que tem o romance e jogos amorosos como pano de frente. uma coisa sejamos francos mais nem tanto… 

roberto carlos, rede globo e ditadura militar, tudo a ver. botaram o bonitão violando cantigas de amor para entreter as massas e abafar as verdades chocantes que os bancos universitários e as ruas do rio e são paulo viviam e sofriam nos já ditos anos de chumbo.

a tempestade que caiu no momento da celebração de 50 anos do pseudo rei no maracanã, nada mais representou as milhares de lágrimas caídas em uma história que teve seus arquivos queimados pelo exército.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s