skol beats x justice.

acho que tô ficando velho…

algum tempo atrás, achava que difícilmente falaria, muito menos tornasse público a frase acima descrita. na minha mente, para sempre seria jovial, gostaria das mesmas coisas, e principalmente teria a mesma disposição da adolescência. no mínimo achava que aos 50 anos seria um vovô garoto. ledo, mas ledo mesmo, engano.

então, não estou na fase dos enta e demora um tempo para lá chegar  (não tenho problemas com idade, quero chegar aos 100 anos brincando de ser feliz), mas como todos sabem o tempo passa e começamos e delinear de forma sutil as nossas predileções. lembro que encarava a bunker rave brincando, não saía da dr smith, valdemente, e da after, festas ícones dos anos 90. só que o tempo vai passando e você vai deixando suavemente o lugar para a nova geração.

prefiro tratar essa questão da forma a qual os senhores estão lendo, porque o discurso que na minha época era melhor  eu acho pavoroso!!! hoje, óbvio, a época é outra. a juventude é outra. continuo apaixonado pelas batidas eletrônicas, mas agora posso definir melhor o que gosto e o que não gosto dentro desse gênero e nas várias estruturas que acompanham cada um.

como por exemplo, fui convidado a ir ao skol beats que vai rolar daqui a pouco em são paulo. pensei com meus botões, convites free beleza! mas terei de montar maior estrutura, principalmente financeira que no momento é nula; dinheiro para cerveja, lanche, aquele souvenirzinho básico, é realmente não tenho grana. pessoas bebadas, adolescentes falsificando carteira, o mundo mágico da bala, e cadê o banco para dar uma descansada? acho que tô fora!?!

festivais como o skol beats e outros tem de ter aos montes! pois diversão é uma das melhores coisas da vida. e o skol beats é um barato!!! mas cada um faz o que gosta, e divertir-se tem de ser com liberdade. em hipótese alguma aquela coisa de estar em um lugar não querendo estar. posso lhes dizer que um pré-night em meu barraco, chegar no clube ou na moo às 2 da manhã, e dançar ao som da deep house, space disco, jazzy, ou da eufórica tech house até às 10 da manhã de domingo muito me faz feliz. com os amigos então, não há coisa melhor…

temos de experimentar, com cuidado lógico, as coisas bacanas que a vida nos oferece. para chegar no momento certo e saber exatamente o que lhe agrada. a noite é mágica, é o momento a qual o sorriso e o prazer tem de estar em 1o lugar. quando existe a possibilidade de sofrer para se divertir, tô fora!

1- se for ao show da madonna, acho que sofrerei para me divertir;

2- os amigos de bh me convidaram para ir ao festival creamfields que esse ano vai rolar naquela cidade em novembro próximo;

3- como faço tudo em cima da hora, vou decidir mais na frente.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s